(TV) Pesquisadores da Unicamp usam reagentes nacionais na produção de testes para Covid-19


Resultados têm sido equivalentes aos indicados pela Organização Mundial da Saúde. Confira vídeo do Jornal da EPTV, com entrevista com o pesquisador André Vieira, membro do CEPID BRAINN.

08 de abril de 2020  | originalmente publicado por Jornal da EPTV

Atualização 09/04: a matéria foi ao ar também no Jornal Nacional, na edição de 08 de abril. Assista aqui ao vídeo.

 

Um dos principais desafios da pandemia da COVID-19 é testar o máximo de pessoas possível, identificando quem está infectado, quem não está e quem já possui anticorpos para o novo coronavírus. Todavia, há uma falta generalizada de testes para a doença em todo o mundo. Para ajudar a resolver este problema, pesquisadores da força-tarefa da Unicamp de combate ao coronavírus criaram um novo teste diagnóstico, que utiliza reagentes nacionais em seu desenvolvimento, reduzindo custos e acelerando a produção.

O método já está sendo empregado com sucesso no Hospital das Clínicas da Unicamp e foi certificado pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo, referência nacional em testes para a COVID-19.

Confira no link a seguir a reportagem do Jornal da EPTV, 2ª edição, sobre o assunto. O programa entrevista, dentre outros pesquisadores, André Vieira, professor de fisiologia na Unicamp e membro do CEPID BRAINN, que explica as estratégias adotadas nesta linha inovadora de pesquisas.

Assista à reportagem aqui!

 

CEPID BRAINN - testes para COVID-19 unicamp - 2