Pesquisadores do BRAINN recebem Prêmio Inventores 2018


cepid brainn no premio inventores inova unicamp

Os pesquisadores Eleri Cardozo e Li Li Min foram alguns dos agraciados pela premiação da Agência de Inovação da Unicamp.

16 de agosto de 2018  | por Carolina Octaviano, publicado no site da Inova UNICAMP

 

Foi realizada no dia 09 de agosto mais uma edição do Prêmio Inventores, iniciativa da Agência de Inovação Inova Unicamp para valorizar professores e pesquisadores por seus esforços na proteção e transferência de tecnologias inovadoras. Neste ano, foram homenageados 190 profissionais – professores, pesquisadores, ex-alunos e alunos da Unicamp, além de duas unidades de ensino e pesquisa da Universidade. A cerimônia de premiação ocorreu durante um jantar no Portal Girassol que contemplou, ainda, a comemoração dos 15 anos de existência da Inova Unicamp.

O reitor da Unicamp, Prof. Marcelo Knobel, destacou o pioneirismo da Inova Unicamp, criada anteriormente à lei de inovação, e frisou a importância da Agência para o reconhecimento de talentos e o incentivo a atividades que promovam a inovação e o empreendedorismo. “Gostaria de parabenizar a todos que fizeram parte da história da Inova Unicamp. Foi com o esforço de cada um de vocês que a Unicamp conseguiu conquistar números tão expressivos e relevantes ao longo dos anos”, afirma Knobel.

“Neste ano, além do reconhecimento oferecido, a Inova quis proporcionar também um momento de interação entre estes docentes e profissionais das empresas que promovem a inovação na Unicamp”, comenta o professor Newton Frateschi, diretor-executivo da Inova Unicamp. “Um dos primeiros conceitos que aprendemos para estimular a inovação, logo que a Agência foi criada, é que o professor inventor precisa ser valorizado e reconhecido pela instituição”, lembra o professor Roberto Lotufo, diretor-executivo na gestão 2004-2012.

Criada em 2004, a premiação passou a ser realizada anualmente desde 2009. Em 2018, o número de categorias também foi ampliado. Além das categorias “Patente Concedida” e “Tecnologia Licenciada”, voltadas aos profissionais, a premiação agora conta com duas categorias institucionais. Na categoria “Unidade de Destaque na Proteção à Propriedade Intelectual”, a grande vencedora foi o Instituto de Biologia (IB), responsável por 18 dos 81 depósitos de patentes em 2017. Já na categoria “Unidade de Destaque na Transferência de Tecnologia”, a vencedora foi a Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC), com 6 patentes licenciadas para empresas, no ano anterior.

Na primeira edição da iniciativa, nove docentes foram premiados por terem suas tecnologias licenciadas. Já na edição deste ano, o número saltou para 190 profissionais. Atualmente, além de homenagear profissionais com tecnologias licenciadas no ano anterior à realização do evento, o prêmio também engloba aqueles que tiveram patentes concedidas. Em 2017, foram concedidas 61 patentes e firmados 22 contratos de transferências de tecnologia com empresas.

O diretor-executivo da Inova Unicamp acredita que a expansão no número de premiados, ao longo das edições do Prêmio Inventores, está diretamente ligada à ampliação da cultura de inovação tecnológica e empreendedorismo na Universidade. “De forma geral, isso demonstra a importância da Inova ao longo dos anos que, com muita competência, tem atraído novos inventores com o intuito de, não só transformar o resultado de suas pesquisas em patentes, mas principalmente negociá-las com as empresas. Ou seja, esses números mostram que a Inova tem cumprido sua missão”, afirma.

Já na visão do professor Roberto Lotufo, o Prêmio Inventores é importante pois demonstra o potencial da Unicamp em prover tecnologias inovadoras para a sociedade. “O papel de uma agência como a Inova é ampliar o impacto do conhecimento gerado na Universidade para a sociedade, e ser um agente importante para estimular a construção e fortalecimento de uma cultura inovadora e empreendedora. Esses indicadores crescentes mostram o sucesso da iniciativa”, completa.

Diretor-executivo na gestão 2013-2017, o professor Milton Mori também credita a consolidação da cultura de inovação na Universidade à expertise da Inova Unicamp. Ele defende que, com uma equipe altamente capacitada, há a garantia de um trabalho de qualidade que culmina no depósito de patentes e no licenciamento de tecnologias. “Um trabalho primoroso e que deve melhorar cada vez mais”, avalia Mori.

Patrocinaram esta edição do Prêmio Inventores: a CCLPI, a Clarke Modet & Co, a Cervejaria Ambev, a FM2S, a Agricef, Kasznar Leonardos Propriedade Intelectual e a Matera. Para saber mais sobre o Prêmio, acesse: www.inova.unicamp.br/premioinventores

 

CONFIRA OS VENCEDORES VINCULADOS AO BRAINN

 

Categoria Patente Concedida

  • Premiados: Nayene Leocádia Manzutti Eid (FCM) e Li Li Min (FCM)
  • Patente Concedida: Disposição construtiva introduzida em recipiente para procedimento radiográfico manual em câmara escura portátil

 

Categoria Tecnologia Licenciada

  • Premiados: Eleri Cardozo (FEEC) e Paulo Gurgel Pinheiro (Hoobox Robotics)
  • Tecnologia licenciada: Método de análise facial para controle de dispositivo
  • Empresa licenciada: Hoobox Robotics

 

Leia a reportagem completa no site da Inova/Unicamp

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *